Caixa amplia recursos Minha Casa, Minha Vida para renda até R$ 4 mil

07/11/2017

Caixa Econômica Federal ampliou nesta segunda-feira (6) em R$ 8,7 bilhões os recursos do crédito habitacional destinados às faixas 1,5 e 2 do programa Minha Casa, Minha Vida, voltadas para famílias com renda de até R$ 4 mil. A linha utiliza recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

O vice-presidente de Habitação do banco, Nelson de Souza, informou ao G1 que esta suplementação do orçamento resolve a restrição de recursos da linha e garante a execução total de novas propostas de financiamento.

A medida faz parte da estratégia de priorizar os programas sociais voltados à renda mais baixa nas concessões do crédito imobiliário, em um momento em que o banco está mais restritivo nos financiamentos com recursos da caderneta de poupança (SBPE) atrelados à classe média e alta renda, informa Souza.

Foco em imóveis novos

De acordo com o executivo, a Caixa também está priorizando os financiamentos de imóveis novos. Em setembro, o banco passou a exigir entrada de 50% para imóveis usados financiados com recursos da poupança.

"Priorizamos imóvel novo para gerar emprego e renda. Imóvel usado não é prioridade da Caixa", aponta Souza.

"Estamos voltando à vocação natural da Caixa que são os programas sociais e priorizando esta faixa de renda [até R$ 4 mil] no segmento imobiliário porque é onde está a maior concentração do déficit habitacional do país".

Veja quais são as faixas de renda do Minha Casa, Minha Vida

FaixaRenda máxima
1R$ 1.800
1,5R$ 2.600
2R$ 4.000
3R$ 7.000
Fonte: Caixa Econômica

As faixas 1,5 e 2 concentram 86% de todos os financiamentos do Minha Casa, Minha Vida pela Caixa, segundo o banco.

Segundo o executivo, com este complemento no orçamento, a Caixa voltará ao mesmo ritmo de contratação mensal na faixa de R$ 5,7 bilhões do programa MCMV.

Falta de recursos

Com cerca de 70% de participação no crédito imobiliário do país, a Caixa surpreendeu o mercado ao tomar uma série de medidas que restringiram o acesso aos financiamentos da casa própria, inclusive com recursos subsidiados (a juros mais baixos). Veja algumas medidas adotadas este ano:

  • Reduziu para 50% o limite de financiamento de imóveis usados;
  • Encerrou a linha pró-cotista do FGTS, a mais barata depois do Minha Casa, Minha Vida;
  • Passou a adotar limites mensais na liberação do crédito imobiliário;
  • Foi o único banco que não reduziu os juros neste ano diante dos cortes da taxa Selic;
  • Deixou de ser o banco com as menores taxas para financiar a casa própria (veja a tabela abaixo)

O banco já admitiu que não tem recursos suficientes para cumprir regras mais rígidas do sistema financeiro que entram em vigor no ano que vem. Para tentar solucionar o problema, a Caixa está negociando um empréstimo de R$ 10 bilhões junto ao FGTS.

Linha pró-cotista

O pró-cotista FGTS é a linha de crédito que tem juros menores, depois do Minha Casa, Minha Vida. Essa linha está esgotada no banco desde junho e só tem previsão de retorno em 2018, com um orçamento mais limitado que nos anos anteriores, de R$ 5 bilhões.

O valor representa uma queda de 35% ante os R$ 7,74 bilhões disponibilizados para 2017 (orçamento final já considerando remanejamentos). Em 2016, o orçamento foi de R$ 8,6 bilhões.

Além da Caixa, o Banco do Brasil é o único que oferece a pró-cotista. Lá a linha continua disponível. Na Caixa, só voltará a ser oferecida em 2018. Ainda não há uma definição sobre o valor a ser alocado para cada um dos bancos no próximo ano.

Novembro Azul: cartilha dá dicas para prevenir o câncer de próstata

07/11/2017

O câncer de próstata é curável e as chances aumentam quanto mais cedo for feito o diagnóstico. Essas e outras recomendações estão na cartilha produzida pelo Icesp (Instituto do Câncer do Estado de São Paulo), que está à disposição na Internet para orientar os homens sobre os cuidados de prevenção.

De acordo com a instituição, o câncer de próstata se desenvolve principalmente com a idade e a incidência do tumor é mais comum em homens com mais de 50 anos. Os casos podem ser diagnosticados por exames, dos quais o principal é o exame de toque retal, mas também por exame sobre a dosagem de PSA no sangue (Antígeno Prostático Específico, uma enzima produzida pelo corpo).

Saiba tudo sobre a doença, o seu desenvolvimento, possíveis causas, diagnóstico e tratamento. Acesse aqui a cartilha. O material foi produzido pelo Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde e Secretaria de Estado da Educação.

http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/novembro-azul-cartilha-do-icesp-da-dicas-para-prevencao-do-cancer-de-prostata/

Hubble descobre lua em Makemake, planeta anão “vizinho” de Plutão

27/04/2016

Anote aí: mais um planeta anão entrou para a lista dos que têm luas conhecidas. Com a ajuda inestimável do Telescópio Espacial Hubble, astrônomos encontraram um satélite natural ao redor de Makemake, o segundo planeta anão mais brilhante. O primeiro, claro, você conhece: Plutão.Makemake foi descoberto apenas em 2005 e ganhou o nome da deusa da criação dos Rapa Nui, povo nativo da Ilha de Páscoa, no Chile. Ele tem pouco menos de 1.400 km de diâmetro (contra 2.372 km de Plutão, medidos com exatidão pela sonda New Horizons) e, a exemplo de seu irmão maior, é um membro do cinturão de Kuiper, localizado além da órbita de Netuno.

Aplicativos


 Locutor Ao vivo


AutoDJ

Musical Romantismo Sertanejo

Peça Sua Música

Name:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

01.

Duran Duran

A Matter of Feeling

02.

Bee Gees

Stayin' Alive

03.

Queen

Love Of My Life

04.

Demis Roussos

Forever and Ever

05.

Davi Maclean

We Said Goodbye

Anunciantes